Tigela do Zeca e da Bela

Tigela do Zeca e da Bela

Quem mais estava com saudade de ver depoimentos na nossa página? Todos, né? Pois bem, hoje é dia do depoimento da Keyla Deucher. Impossível não se emocionar! Boa leitura!

 

zeca

Seu peludo está obeso? Já tentou alimentação natural?
O Zeca está magro e com o picacismo mais estável!
Quando adotamos o Zequinha ele tinha 14 kg. Sempre foi muito comilão, inclusive devorando coisas não comestíveis: fraldas, meias, calcinhas, plásticos, papeis, jornais… uma doença chamada picacismo (quando o animal come substâncias não alimentícias). Apesar de todo o cuidado da sua primeira mamãe, antes de chegar em nossa casa ele já tinha feito uma cirurgia para retirar uma fralda que havia comido e conosco não foi diferente. Tivemos que fazer 2 endoscopias para retirar corpos estranhos do estômago.
Mudamos todo o esquema de casa, desde lixos até a forma de armazenar os alimentos. Isso minimizou o perigo, mas o apetite do peludo sempre foi enorme.
Tentar reduzir a quantidade de ração e aumentar os exercícios deixava o Zeca com um apetite ainda mais voraz; parecia um diabinho da tasmânia, comia qualquer coisa que via. Passear era difícil pois qualquer papel de bala na rua ia para a barriga dele.
Tentamos medicação + dieta + exercícios, até que, após a orientação da médica veterinária, resolvi começar a alimentação natural cozida, e foi a melhor escolha. Para o Zeca e para a Bela ( que também perdeu peso, 2 kg no total).
Segui as indicações do website cachorroverde.com.br , com as quantidades ideais de proteínas, carboidratos, legumes, etc.
Ele ficou um pouco menos esganado assim que começou a comer carne e comida de verdade e não mais a ração. Aos pouquinhos foi perdendo peso, e hoje está com 10,5 kg!
O padrão da raça é de 5-8kg, mas para ele acho muito pouco, pois os ossinhos do quadril já estão bastante sensíveis à palpação, ele não tem mais barriguinha e está com cintura bem delimitada. A palavra final foi da médica veterinária que indicou que ele está com bom peso.
Recomendo a alimentação natural para todo tutor, principalmente para redução de peso do animalzinho. Outra vantagem: o custo pode ser baixo.
É claro que a vigilância com ele é constante, pois qualquer vacilada ele come o que não deve. Já cansei de ter minhas barrinhas proteicas e as “whey protein” surrupiadas pela gangue lá de casa…
Fica a dica. Para quem quiser saber mais, seguem excelentes opções de informação: www.caolinaria.com.br , www.cachorroverde.com.br e, é claro, o medico veterinário.

 

Como não se emocionar com o fato da alimentação ter sido tão importante para auxiliar a diminuir as consequências de um distúrbio alimentar tão complicado?

Você passou por experiência semelhante com seu amiguinho? Divida conosco!

By | 2015-06-19T09:42:45+00:00 junho 19th, 2015|Eles comem AN|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment