Quanto custa essa tal de AN?

Quanto custa fazer alimentação natural caseira?

Essa é uma das perguntas mais recorrentes à Cãolinária. Desta forma, quisemos demonstrar o quanto gastamos, assim, na ponta do lápis.

O que será demonstrado aqui é o gasto com a alimentação da Canela. Para isso, vamos demonstrar tudo o que utilizamos e tudo o que ela consome diariamente.

Canela é uma cachorrinha SRD, que tem 2 anos e pesa por volta de 13kg. A dieta que foi prescrita para ela é de 600g por dia, com a seguinte distribuição:
30g vísceras;
210g carboidratos;
180g carnes;
180g legumes/verduras.

Vale lembrar que esta dieta é exclusiva da Canela, tendo sido desenvolvida com base na sua estrutura física, na sua saúde e no seu comportamento diário.

No esquema da nossa casa, optamos por fazer a comida a cada 3 semanas. Assim, a cada tacada, são montadas 42 embalagens de comida, já que a Canela é alimentada duas vezes por dia.

FullSizeRender

Nossa última compra no açougue foi de:

  • 3 kg de filé de peito de frango;
  • 2 kg de carne moída de segunda;
  • 750 g de fígado de frango.

Na parte dos carboidratos, compramos:

  • 5 kg de arroz para cães parboilizado (usamos apenas 3 xícaras);
  • 1,5 kg de batata doce;
  • 2,5 kg de inhame.

Na parte dos legumes e verduras, aproveitamos as promoções de “pacotinhos” do Varejão do Ceagesp:

  • 2 pacotes com 2 abobrinhas cada;
  • 3 pacotes com aproximadamente 400g de abóboras em cubinhos;
  • 2 pacotes com aproximadamente 8 jilós cada;
  • 1 pacote com 2 cenouras;
  • 1 maço de couve-manteiga.

Desta vez, apenas utilizamos alimentos comprados mesmo. Normalmente, utilizamos as folhas de couve-flor que, nas feiras e varejões, vão para o lixo. Ou seja, custo zero! Basta pedir licença aos responsáveis pela banca que eles deixam quaisquer pessoas pegarem as folhas.

Já tivemos um post falando sobre os gostos de cada animal. E, por isso, não aparece peixe na dieta da Canela. Motivo: ela simplesmente não come o peixe. Até pega da tigela e cospe. É uma criançona safada. Outros animais se deliciam com peixes e é sempre bom usar rabos e cabeças que também iriam para o lixo.

Não estamos dizendo para alimentar nossos animais com lixo, não. Apenas estamos tentando dizer um não ao desperdício. Também estamos tentando diminuir o desperdício de alimento em nossas próprias refeições (as folhas da couve-flor dão um delicioso caldo verde!).

ValoresAgosto

O valor total de cada tigelinha da Canela, no mês de agosto em São Paulo, foi de R$ 2,61. Ou seja, R$ 5,22 por dia, já que ela consome duas tigelas por dia.

Claro que não foram computados os gastos com água, gás e luz nem complementos além do óleo de coco. Porém, os valores demonstrados não deveriam ser contabilizados como gastos, mas, sim, como investimento numa vida saudável. E, como diria aquele personagem humorístico de um passado distante, saúde é o que interessa, o resto não tem pressa yeah yeah.

image1

 

Post navigation

  4 comments for “Quanto custa essa tal de AN?

  1. Thereza
    24 de agosto de 2015 at 17:37

    parabens….. A Canela vai continuar linda, forte e saudável e o bolso da mamãe, feliz…..

    • Cãolinária
      1 de setembro de 2015 at 15:38

      Siiim! <3

  2. rosania
    20 de outubro de 2015 at 17:29

    Olá! a an da minha cadela é assim:
    Segunda- pe de galinha beeem cozido
    Inhame cozido ou abóbora cozida
    Tomate picado e um pouco de ração
    Gostaria de saber se há alguma coisa errada com essa pois as outras acho que não, principalmente o pé de galinha e o tomate.
    Grata. bjs nos caes!

    • Cãolinária
      28 de outubro de 2015 at 18:50

      Olá novamente, Rosania!
      A AN da sua cachorrinha deve ter sido prescrita pelo veterinário e/ou zootecnista para o melhor balanceamento de nutrientes. Desde que não haja restrição alimentar por parte do animal, não há problemas em oferecer tomates. No entanto, o pé de galinha, assim como os demais ossos carnudos, não podem ser cozidos. O cozimento aumenta o risco de perfuração do estômago e do esôfago pelas células ósseas que se deformam. A abóbora e o tomate fazem parte da mesma classe de alimentos. Já o inhame faz parte de uma classe separada. Ao oferecer tudo isso, não há a necessidade de oferecer a ração, já que está havendo uma super combinação de alimentos, que pode gerar a obesidade da sua cachorrinha.
      Caso você tenha a lista de alimentos permitidos para a sua pet, entre em contato conosoco, pois oferecemos o serviço de formulação de cardápio adequado à dieta especificada a ela. Nosso e-mail é contato@caolinaria.com.br.
      Um grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: