Óleo Fungicida Natural

/, Primeiros Socorros, Receitas/Óleo Fungicida Natural

Óleo Fungicida Natural

A dica que vamos dividir, hoje, com todos foi uma daquelas valiosas que recebemos num momento de desespero, já que foi no início do período de introdução da Nina, a mais alérgica das mascotes da Cãolinária, à alimentação natural.

Infelizmente, o nome de quem deu a dica se perdeu com o tempo e, por isso, gostaríamos de fazer um pedido especial a esta pessoa: caso esteja lendo este texto, por favor, coloque um holofote sobre si para que possamos dar os créditos a quem os merece!

Já falamos sobre a adaptação da Nina e o porquê da alimentação natural. Porém, não havíamos contado o segredo todo. Danadinhas que somos. Ao optar pela AN, o caminho das coisas naturais tornou-se ainda mais claro e gigante. Ou seja, foram adotadas práticas naturais além da alimentação. Receitinhas caseiras, como o lava-patas ou como uma pomada de própolis que ajudou muito na cicatrização de feridinhas decorrentes de tanta alergia.

Outra prática adotada foi a utilização de um óleo fungicida caseiro, que é a dica de ouro de hoje.

10616686_458889217586930_337345329981174033_n

Importante lembrar, claro, que a vida da Nina não foi tomada de assalto por coisas naturais apenas porque sim. A introdução de todos os elementos à rotina dela foi carinhosamente avaliada de perto pelas veterinárias que faziam o acompanhamento da saúde da lindona. Assim, antes de testar qualquer coisa com seu pet, converse com o médico veterinário responsável pela saúde dele. Inclusive antes de usar esta receitinha, o veterinário deverá ser consultado.

Este óleo fungicida, que daremos a receitinha a seguir, tem propriedades antissépticas, que combatem infecções bacterianas e a ação de fungos no local do machucadinho, em virtude da presença do óleo de orégano, Também apresenta propriedades cicatrizantes, por conter óleo de coco. Estudos já apontam que o óleo de coco é um ótimo aliado no tratamento de dermatite atópica.

 

Ingredientes

  • Óleo de orégano (normalmente encontrado em lojas de produtos naturais)
  • Óleo de Coco

 

Modo de Preparo

  • Misture uma gota de óleo de orégano com uma colher de chá de óleo de coco extra virgem.
  • Molhe um algodão na mistura, aplique sobre as feridinhas ou área de coceira.
  • Essa mistura pode ser aplicada apenas uma vez ao dia.
  • Persistindo os sintomas, o médico veterinário deverá ser consultado.

 

By | 2016-04-25T14:17:18+00:00 abril 25th, 2016|Dicas, Primeiros Socorros, Receitas|9 Comments

About the Author:

9 Comments

  1. Marcela Fontes 25 de abril de 2016 at 18:25 - Reply

    Qual é a receita do lava patas?
    Não encontrei na busca.

    • Cãolinária 27 de abril de 2016 at 15:01 - Reply

      Olá, Marcela! Boa tarde!
      A receita do lava-patas estará disponível em breve no nosso site.
      Assim que publicarmos o texto, podemos enviar um e-mail a você, indicando o link para acesso. 😉
      Um grande abraço

      • Carolina Soler 3 de maio de 2016 at 14:20 - Reply

        Olá, também tenho interesse na receita do lava-patas! Poderiam me enviar tb um e-mail indicando o link quando for publicado? Agradeceria muito!

        • Cãolinária 7 de maio de 2016 at 10:27 - Reply

          Claro, Carolina!
          Já anotamos seu e-mail aqui!
          Um grande abraço

          • Luiza 27 de maio de 2016 at 14:46

            Tambem gostaria d receita por favor! Tenho uma nenem muuito alergica em casa e tambem estou procurando a introdução a tudo natural possivel.

          • Cãolinária 30 de maio de 2016 at 16:02

            Oi, Luiza! Logo, logo estará no ar! \o/

      • Marcela 4 de maio de 2016 at 11:55 - Reply

        Muito obrigada!

  2. Luciane Aragusko 30 de agosto de 2016 at 14:20 - Reply

    Olá! Tenho uma menininha que faz tratamento de manutenção contra fungos. Ela lambe muito as quatro patinhas por causa do hábito que criou com a incidência dos fungos. Gostaria de saber se esta mistura pode ser usada no caso dela, pois passar o resto da vida a base do remédio antifúngico, nem ela ou ninguém merece!!! Muito obrigada!

    • Cãolinária 5 de setembro de 2016 at 19:02 - Reply

      Tadinha da sua fofinha, Luciane. O melhor a fazer é buscar a orientação do veterinário responsável pela saúde da sua molecota para que ele libere o contato com os componentes da fórmula. Um abraço!

Leave A Comment