O Começo

O Começo

Esta é a estreia da Pausa para o Café, a nova coluna da Cãolinária que contará com a contribuição de dois peludos especialíssimos: Café Prejuízo e Django. Como eles são os astros das streets e das internets, mas ainda não conseguem cuidar sozinhos da própria alimentação, contaremos também com a participação de duas pessoas maravilhosas, responsáveis pelos cuidados os galãs: Ana Carol, a main, e Léo, o pai.

Todos acompanharemos a transformação, a adaptação, a delícia e as dificuldades existentes em todas as mudanças da vida. Todos prontos? Seja muito bem-vinda, Família Prejuízo!

CarolPrejuízo

Ana Carol, a main

Desde que me tornei mãe de cachorro, mãe do Café primeiramente e depois do Django, muita coisa mudou. A rotina em casa, a preocupação com o bem estar e felicidade deles, a responsabilidade de sermos tutores maravilhosos (eu e o Léo) pra eles.

E por muito tempo a alimentação deles não foi uma preocupação. Dava ração premium, petisco industrializado, uma cenourinha e fim. Se o próprio veterinário dizia que era o melhor, quem era eu pra questionar?

Só que ao mesmo tempo tinha algo que martelava na minha cabeça, uma coisa que minha mãe me disse uma vez, algo parecido com “mas antigamente a gente só dava comida pros cachorros e eles viviam muito mais, nunca ficavam doentes”. Pois é, por que será?

Coincidentemente pouco tempo depois desse questionamento fui conhecendo mais sobre AN através da Cãolinária e do Cachorro Verde, e fomos pensando mais sobre essa mudança e como devia ser muito favorável para os dois. Ainda assim fomos adiando, provavelmente por preguiça, até que o Django decidiu por nós.

Ele passou a recusar ração. Enrolava muito pra comer, deixava pra quando a fome vencia. E percebemos que o problema não era falta de apetite, porque ele se interessava sempre por nossa comida, por frutas, por tudo que fosse mais cheiroso e gostoso.

Começamos a testar alguns vegetais e legumes junto à ração e ele adorou, devorava rapidamente.

Foi aí que decidimos mudar tudo para os dois. Chega de ração, chega de petiscos, chega de industrializados!

Junto com nossa veterinária, definimos a quantidade diária de refeição para eles, dividindo em duas refeições como já estavam acostumados. Como eles tem pesos muito semelhantes, Café com 25kg e Django com 22kg, a quantidade permaneceu a mesma para os dois.

Com tudo certo e suplementos prescritos (cálcio e omega 3 precisa dar a parte diariamente!) caímos de cabeça na AN e tá sendo muito legal! Por falta de espaço estamos cozinhando semanalmente, o que no começo foi meio desesperador porque fizemos tudo do mais complicado e demorado por falta de prática. Só que ao mesmo tempo foi lindo de ver a felicidade deles a cada refeição, e isso tem nos motivado cada vez mais! Já estamos pegando o jeito e agora tá ficando cada vez mais fácil e divertido ❤

CaféColunista

Café Prejuízo, colunista e lindo das streets

Oi mores, queria agadecer as tias da Cãolinária pela luz que deram pa main e po pai e finalmentis a gente poder comer comida de verdade e bem deniciosa!!

Impotantis dizer que agora meus punzinhos quase não fedem mais, e os cocozinhos também, e o bafinho do meu ermão Django desapareceu gaças a deus!

To tentano fazer uns drama psiconógicos pa ganhar mais comida no dia mas ainda não funcionou então acompanhem os póximos capítunos. Um bezinho do Café.

Quaisquer dúvidas que surjam pelo caminho, não se acanhem: podem mandar pras tias da Cãolinária! Teremos o maior prazer em respondê-las!

By | 2015-11-16T10:53:47+00:00 novembro 16th, 2015|Pausa para o Café|14 Comments

About the Author:

14 Comments

  1. Kamila 16 de novembro de 2015 at 11:59 - Reply

    Adorei Café e família prejuízo! Aqui em casa somos em seis dogs. Estamos começando a estudar a AN. Assim como vcs, o máximo que meus filhos comem é uma cenoura, banana. Tive um cão que viveu 23 anos. Ele nunca comeu ração. Claro, cada cão com sua genética e estilo de vida e pré disposição. Vou compartilhar com amigos e se tudo der certo daqui um tempinho venho aqui contar nossa experiência.

    • Cãolinária 17 de novembro de 2015 at 23:16 - Reply

      Oi Kamila, nós da Cãolinária, ficamos muito felizes ao ler seu comentário e conte com a Cãolinária para ajudá-la neste processo. Entre em contato conosco: contato@caolinaria.com.br

  2. Nieta 16 de novembro de 2015 at 12:09 - Reply

    Muito feliz, com esta parceria linda!
    Sucesso a tds.

    • Cãolinária 17 de novembro de 2015 at 23:19 - Reply

      Super obrigada, Nieta! Estamos muito felizes. <3

  3. Tais Inacio 16 de novembro de 2015 at 14:26 - Reply

    Quais são os calcios e ômega 3 que vc oferece a eles ?

    • Cãolinária 17 de novembro de 2015 at 23:23 - Reply

      Tais, somente o veterinário pode indicar a quantidade e se é necessário o consumo extra de cálcio e ômega 3. Converse com o veterinário de sua confiança. 🙂

  4. Clara Feliciano 16 de novembro de 2015 at 15:43 - Reply

    Ameeeeei!!!! Que parceria maravilhosa essa de vocês. Parabéns pela iniciativa! E olha…eu ja estou quase dominando o “cafézês”. Bjo!!

    • Cãolinária 17 de novembro de 2015 at 23:30 - Reply

      Clara, seja muito bem vinda e esperamos que goste das nossas colunas semanais com novidades e informação. 🙂

  5. Shirlei 16 de novembro de 2015 at 19:42 - Reply

    ‘Caçorrinhos’ saudáveis e muito ‘fenizes’!!!

    • Cãolinária 17 de novembro de 2015 at 23:30 - Reply

      As tias da Cãolinária estão mais felizes ainda. <3

  6. arlinda 16 de novembro de 2015 at 21:32 - Reply

    Tenho uma dúvida, depois que o animal recebe pelo veterinário sua dieta, o tutor pode cozinha-la em casa?

    • Cãolinária 17 de novembro de 2015 at 23:40 - Reply

      Arlinda, pode sim e ainda pode ser bem prazeroso ter esse momento. Se precisar de ajuda, escreva pra gente: contato@caolinaria.com.br Um abraço. 🙂

  7. Denise 18 de novembro de 2015 at 09:19 - Reply

    Amo amo a família prejuízo! Eles conquistaram meu coração. Estou viciada em Coronel e Café. Vou fazer uns teste desta Caolinaria para meu filhote Rex. Sucesso! Beijos

    • Cãolinária 26 de novembro de 2015 at 08:00 - Reply

      Oba, Denise! Depois conta pra gente! Um super beijo!

Leave A Comment