Cuidados com o Kefir

Cuidados com o Kefir

Agora que você recebeu a colônia através de doação, está na hora de aprender como cultivar o probiótico do seu animalzinho.

Primeira coisa, você deve ter recebido sua colônia em um recipiente de vidro. Não o tampe. Por ser um alimento que fermenta, caso você vede a tampa é perigoso estourar o vidro devido à pressão. Durante o processo de fermentação, há liberação de gases que podem causar uma pressão bastante forte.

Coloque sobre a tampa um papel toalha com um furinho bem pequeno e o prenda com um elástico para que o alimento respire e que você consiga protegê-lo do contato com poeira e de mosquitinhos e formigas. Reserve seu Kefir em um local arejado, de temperatura amena (temperaturas altas fazem com que o Kefir fermente mais rápido e podem, numa distração, azedar o alimento).

O Kefir de leite ou de água deve fermentar pelo menos 24 horas antes de manipular. O prazo máximo para fermentação é de 3 dias, senão o alimento ficará muito amargo e com cheiro extremamente forte.

Caso fermente mais do que isso, lave sua colônia com leite ou água mineral filtrada (cloro mata a colônia) e refaça o procedimento desde o começo.

Após o líquido fermentação, conforme as instruções acima, você precisará de uma peneira de cozinha para separar a colônia do líquido. Não use metais para mexer na colônia (o Kefir morre em contato). Prefira uma colher de plástico. Coe a colonia do líquido. Lembre-se de que o que é servido para o seu pet (ou para você) é o líquido resultante, aquele quase-iogurte.

A colônia que ficou na peneira não vai para o lixo. Ela voltará para o recipiente que é a casinha dela. Novamente, coloque a quantidade de leite suficiente para servir para seu pet (e para quem mais da sua família desejar). Depois de 24 horas, outra produção de leite fermentado, o Kefir, estará prontinha para consumo.

Se brotar uma nova colônia a partir da sua (é como se um pedacinho novo da sua couve-flor tivesse surgido), retire, coloque em um saquinho e leve ao congelador. Você pode congelar (a colônia irá hibernar) enquanto procura um doador para ela. O legal é continuar a corrente do bem do Kefir e passá-la adiante.

Encontramos um vídeo que ilustra o que estamos falando de manipulação do Kefir:

 

E aí? Se animou a introduzir esse super alimento na tigelinha do seu bichinho? Lembre-se que todo alimento antes de ser introduzido deve ser liberado pelo médico veterinário do seu animalzinho. Não faça nada por conta própria. A Cãolinária apenas te auxilia na variação das tigelinhas e no preparo da AN.

 

 

By | 2016-03-11T07:38:39+00:00 março 11th, 2016|Alimentação Natural Caseira, Dicas|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment