Cuidado com os dentes

//Cuidado com os dentes

Cuidado com os dentes

2015-06-25 08.26.54-1

 

Uma das maravilhas em cães que fazem AN é que o bafinho some, principalmente cães que fazem uso de AN crua com ossos. Isso porque os ossos fazem a limpeza bucal através da mastigação. Claro que ao comer um peixinho ou vísceras a boca do seu cãozinho pode ficar com o cheirinho do alimento, assim como nós, se não fizermos a higiene dos dentes ficamos com bafinho, certo?

Sabe-se que 70% dos cães desenvolvem doenças dentárias e bucais depois dos 36 meses de idade quando não feita a higiene necessária, independentemente do tipo de alimentação. O tártaro costuma ser um problema tanto para a saúde do animal, quanto para a saúde do bolso do tutor com as despesas para dentário para extração do tártaro. Quem já passou por isso sabe como é cara uma intervenção deste tipo e do quão incômodo é para o animal.

Não podemos esquecer que a escovação dos dentes do cão é um dos cuidados básicos para uma vida cheia de saúde.

A escovação deve ser feita todos os dias ou, no mínimo, 3 vezes por semana, dizem os veterinários.

Normalmente, todo animal contém em sua boca uma flora bacteriana. Essas bactérias se juntam aos dentes formando a placa bacteriana. Com o tempo, o acúmulo de alimentos e a não escovação, essas placas bacterianas se mineralizam formando o tártaro (também chamado de cálculo dentário), que tem a consistência endurecida e cores variadas, podendo ser amarelo-amarronzadas.

Atente-se para o mau hálito: se o bafinho estiver excessivo, leve-o ao veterinário. Ele pode estar precisando de ajuda profissional.

A higiene bucal deve ser iniciada quando seu cãozinho ainda for um filhote, assim ele já se acostuma com a escova de dentes e com a rotina.
Caso você a inicie em um cão adulto, não se preocupe, tenha paciência e tudo dará certo.

Incorpore a rotina de escovação de dentes dele com a sua, assim fica mais fácil e você não se esquece. A escovação pode ser com uma escova de dentes normal, de cerdas macias e cabeça pequena (prefira as de crianças), mas se preferir existem escovas próprias para cães no mercado pet. Inclusive, há a opção da dedeira, que parece uma escova de borracha bem suave e que pode ser encaixada no dedo do tutor, o que facilita um bocado para saber se a força está correta, nem demais nem de menos, e se a massagem está sendo feita de maneira adequada. Atenção especial deve ser dada para a pasta de dentes, que deve ser especial para cães (também encontrada no mercado pet). Pois pastas de dentes humanas podem machucar o estômago e a gengiva.

Aqui vão algumas dicas de como escovar os dentes do seu cãozinho:

  1. Comece oferecendo um petisco antes da escovação para ele saber que está sendo recompensado. Prefira a maça ou alguma outra fruta de preferência.
  2. O gosto da pasta de dentes é uma novidade para ele, mostre, deixe-o sentir o gosto e a textura.
  3. Com os dedos limpos e envolto de uma gaze (opcional) passe um pouco da pasta nos dentes, massageie os dentes e a gengiva. Essa etapa é importante pra que ele se acostume com a sensação de escovação.
  4. Depois de acostumado introduza a escova. Com cuidado, tente colocar a escova ou a dedeira entre a bochecha e os dentes do animal, pois, certamente, ele fechará a boca num movimento de “não! Não! NÃO! EU JÁ DISSE NÃO! PRECISA QUE EU DESENHE?”.
  5. Deixe-o lamber a escova, não brigue, tenha paciência. Pode ser que de primeira você não consiga escovar todos os dentes. Faça isso em alguns, abra a lateral da boca e escove os dentes devagar, com movimentos circulares; depois da familiarização com a escova, tente escovar a frente, vá aumentando o número de dentes escovados conforme ele for se acostumando com o processo. Tome cuidado com as gengivas, elas são sensíveis ao toque, cuidado para não machucá-las.
  6. Atenção: os problemas bucais começam nos dentes de trás, portanto não esqueça de escová-los.
  7. Comunique-se com seu cachorro durante o processo de escovação, assim ele ficará seguro e confiante.
  8. Ao terminar remunere-o com um carinho. Nada de novo petisco, heim? Afinal, nós não comemos um caramelo imediatamente após escovarmos nossos dentes (ou não deveríamos), né?

Todo esse esforço é compensado a longo prazo, pois, quando o tártaro já está instalado, é necessária a intervenção do Veterinário, tornando todo o processo mais doloroso e traumático.

By | 2015-06-28T20:32:19+00:00 junho 29th, 2015|Dicas|2 Comments

About the Author:

2 Comments

  1. Gita 5 de agosto de 2015 at 00:46 - Reply

    olá, sou mega fã do site e do canal no yt, já reproduzi em casa algumas receitas para o Romeo que é meu cachorro, ele não me deixa escovar os dentes de jeito nenhum, ele é mtooo bonzinho, mas qdo tento escovar os dentinhos ele até rosna pra mim, não sei mais o que fazer, ele tem 2 anos e já consigo ver o começo de tártaro nos dentes dele…o Veterinário disse para eu não me preocupar, mas toda mãe ficá preocupada né.

    mil bjus em vcs e Romeo manda lambeijos

    • Cãolinária 11 de agosto de 2015 at 11:26 - Reply

      Oi Gita, agradecemos o carinho e elogio. Também adoramos o canal. 🙂
      Você tentou alguma das nossas dicas dadas neste post? Se ele não permite escovar mesmo assim, é melhor conversar com o veterinário para que ele te auxilie na escovação e entendemos sua preocupação. Somos mães de 4 cachorrinhas sapecas e vivemos de olho na saúde delas. Opa! Mães preocupadas, rs.

      Um beijão para você e para o Romeo!

Leave A Comment